Qual o impacto do aumento do diesel nos custos de transporte?
Compartilhe:

O Instituto Paulista do Transporte de Carga (IPTC), órgão vinculado ao SETCESP, apurou que o aumento sobre o preço do diesel na refinaria elevará os custos do transporte de cargas

Na última quinta-feira (12), a Petrobras aumentou o preço dos combustíveis nas refinarias, reajustando em 6% a gasolina e 5% o óleo diesel. Reajuste este que segue a valorização do petróleo Brent no mercado internacional.

Nos últimos 10 meses o preço do diesel S 10 na capital vem oscilando muito devido as questões relacionadas a pandemia, o mesmo acontece com o diesel S 500 (comum), mas em uma proporção menor, segundo dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo). De qualquer forma, percebe-se uma tendência de retomada na alta dos preços a partir de junho que poderá se estender até o final deste ano.

Fonte: ANP – Cidade de São Paulo

Diante deste cenário, o Instituto Paulista do Transporte de Carga (IPTC), órgão vinculado ao SETCESP, apurou que o aumento sobre o preço do diesel na refinaria elevará os custos do transporte de cargas lotação em 1,37% nas médias distâncias (800Km). Nas distâncias mais longas (6000 Km), este impacto pode chegar a 1,78%. Já para as operações de carga fracionada o impacto médio é de 0,58%. Acompanhe as outras faixas:

Distância Lotação   Fracionada
50 Km 0,27% 0,06%
400 Km 1,08% 0,37%
800 Km 1,37% 0,54%
2400 Km 1,67% 0,82%
6000 Km 1,78% 1,13%
Média 1,24% 0,58%
Fonte: Elaborado pela Autora

Lembrando que toda e qualquer majoração, deve ser avaliada e repassada pelas empresas, a fim de estabelecer o equilíbrio financeiro de suas atividades.

Por: Raquel Serini, Economia do IPTC


voltar