Com uso da tecnologia SEST SENAT disponibiliza atendimentos de saúde na modalidade online
Compartilhe:

Instituição passou a ofertar serviços a distância, como por exemplo, o de fisioterapia e nutrição

O projeto de assistência virtual já estava em andamento desde o ano passado no SEST SENAT, mas com a eclosão da crise gerada pelo novo coronavírus, foi antecipado para atender às necessidades mais urgentes das empresas. De março a agosto, foram realizados mais de 26,8 mil atendimentos online em fisioterapia e mais de 10,4 mil em nutrição, oferecidos gratuitamente, para os profissionais do transporte e seus dependentes.  

Os atendimentos virtuais acontecem na forma de teleconsulta, na qual profissional e o paciente se comunicam em tempo real por meio de um aplicativo de vídeo, que pode ser acessado pelo computador ou celular, dependendo apenas de estar conectado à internet.

Com a modalidade a distância, os trabalhadores do transporte e familiares podem realizar as consultas em qualquer localidade. Quem está sendo cuidado aprova.

Gestante, Anna Catarina Costa de Paiva, dependente de trabalhador do setor, viu no serviço online de nutrição a oportunidade para continuar o seu tratamento. “Se não fosse esse atendimento online, eu não estaria indo às consultas nesse período de pandemia porque estou grávida e não quero sair de casa. No atendimento online, fico tranquila. O serviço tem qualidade igual ao presencial, só que com a segurança e o conforto da minha casa”, relata.

Os novos serviços na modalidade online do SEST SENAT seguem as diretrizes dos conselhos federais das especialidades de saúde, que, recentemente, divulgaram comunicados relativos à atendimentos virtuais.

Foi em março deste ano que o COFFITO (Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional), publicou a resolução nº 516, a qual autoriza a teleconsulta, telemonitoramento e a teleconsultoria.

No início, até houve muitas dúvidas por parte dos profissionais da fisioterapia, sobre o manejo desta nova forma de atendimento, mas as hesitações duraram pouco tempo, já que o atendimento online proporcionou, inclusive, uma maior adesão do paciente ao tratamento.

“Essa tendência veio para ficar, lembrando que é um trabalho preventivo, de orientação e suporte ao quadro agudo. A tecnologia permite um socorro pontual, porém a reabilitação por completo só é possível no atendimento presencial, onde paciente e terapeuta estão realmente juntos para atingir a melhora”, explicou Alessandra Iqueuti, fisioterapeuta da unidade de Guarulhos/SP.

Para ela, os atendimentos online de fisioterapia não substituem o atendimento presencial, que implica em outros tipos de abordagens que dependem do contato físico, porém, é mais uma ferramenta importante que surgiu para agregar qualidade aos tratamentos, já que muitas pessoas até deixam de se tratar ou nunca fizeram acompanhamento, justamente pela dificuldade de acesso a uma clínica de fisioterapia.

E para quem prefere os atendimentos presenciais, a instituição informa que em algumas unidades do SEST SENAT, eles já foram retomados. Só que o retorno depende das autorizações locais de cada estado ou cidade devido às restrições impostas pela pandemia. E mesmo com a volta dos atendimentos presenciais, o serviço online do SEST SENAT será mantido justamente pela possibilidade de ampliar o acesso aos usuários.

Para mais informações sobre os serviços de saúde online acesse: sestsenat.org.br/atendimentos-online


voltar