+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
Trabalho e Paixão

Pessoas de sucesso conseguem fazer do seu trabalho a sua paixão. E quando as pesquisas afirmam isso, muitas pessoas me dizem: Será isso verdade? Como conseguem? Será que o trabalho dessas pessoas é igual ao meu? Se fosse igual ao meu, jamais conseguiriam!

Em primeiro lugar, quero deixar claro que pessoas de sucesso não são necessariamente pessoas ricas em termos materiais. Pessoas de sucesso são aquelas que possuem uma autoestima equilibrada – gostam de si mesmas – e que têm o respeito e a admiração das pessoas com quem convivem – são pessoas queridas, consideradas de bem e com quem se tem prazer em conviver.

Assim, estudamos avós de sucesso, professores, motoristas, encanadores-bombeiros, eletricistas, barbeiros e mesmo médicos, dentistas e operários da construção civil.

Todas essas pessoas que foram consideradas de sucesso, por elas próprias (são agradecidas pelas suas conquistas) e pelas pessoas com quem convivem, apresentaram a mesma característica: são apaixonadas pelo que fazem.

Como conseguem?

A primeira coisa que elas compreendem é que “viver é trabalhar”. Pode parecer estranho dizer isso, mas é verdade.
Elas sabem que o dia tem 24 horas para todas as pessoas e que essas horas são divididas, teoricamente, em três blocos de 08 horas: 08 horas de repouso; 08 horas de trabalho e 08 horas restantes – fora do trabalho e fora da cama.

Elas sabem também que as 08 horas de trabalho formam o “horário nobre” como me disseram. Geralmente são as melhores horas do dia, das 08:00h às 18:00h. Assim, elas sabem que trabalham as 08 melhores horas de cada dia durante os 35-40-45 melhores anos de sua vida.

Tornar essas melhores horas nas piores horas e os 35-40-45 melhores anos, nos piores anos é, no mínimo, uma burrice, me disse um dos pesquisados.

Assim, dizem elas, viver é realmente trabalhar, pois vivo as melhores horas de cada dia de meus melhores anos, no trabalho, afimaram.

Com esse modelo mental (mindset) positivo em relação ao trabalho, essas pessoas se dedicam mais; procuram se aperfeiçoar; se comprometem mais; servem mais e melhor as pessoas com quem trabalham e procuram sempre ver o lado positivo de suas atividades e com isso têm mais foco e disciplina.

E você? Para você, trabalhar é um castigo ou uma paixão?

Pense nisso. Sucesso!

PENSE NISSO:

• Fazer o que gosta é importante. Mas quando chegamos na idade adulta, o maior desafio é aprender a gostar daquilo que fazemos.

• Você é daquelas pessoas que têm pelo trabalho uma relação de conflito e negação? Já pensou que você trabalhará as melhores horas de cada um de seus dias, durante os melhores anos de sua vida? Ou pretende ganhar na loteria?

• Muitos me dizem: venha fazer o meu trabalho para ver se se apaixona por ele. Minha vida é um castigo…

• Quanto mais você tiver uma visão negativa de seu trabalho, mais difícil ele será para você. Lembre-se disso.

• Você pode mudar de trabalho, mas se seu modelo mental é o de que o trabalho é um castigo, só mudará de castigo….

• Quanto mais você se dedicar, se aperfeiçoar, quanto mais você tiver uma atitude de servir, mais sucesso terá e mais feliz será em seu trabalho. Acredite!


voltar