SP: com greve suspensa, Metrô opera normalmente após 5 dias
Compartilhe:
10 de Junho de 2014 – 01h24 horas / Terra

Com a suspensão da greve dos metroviários em São Paulo, o Metrô da capital paulista voltou a circular às 4h40 desta terça-feira. De acordo com informações do site da companhia, todas as estações das cinco linhas do sistema operavam normalmente no início desta manhã.


Na noite de segunda-feira, os metroviários de São Paulo, em greve desde a última quinta-feira, decidiram suspender a paralisação por dois dias. Eles marcaram nova assembleia para quarta-feira, véspera da abertura da Copa do Mundo. A categoria reivindica, entre outras coisas, a readmissão de 42 trabalhadores demitidos ontem pelo Metrô.


A assembleia aconteceu depois de uma reunião que terminou sem acordo entre o Sindicato dos Metroviários e o governo de São Paulo. Durante a audiência, que ocorreu na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, o sindicato aceitou negociar a greve apenas se o governo revogasse as demissões dos 42 metroviários. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), porém, não aceitou a condição.


O secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, considera inaceitável a readmissão dos metroviários demitidos. “Não houve acordo. É inadmissível a volta dos 42 demitidos. Não houve acordo e não haverá readmissão em hipótese alguma”, disse, após se reunir com os trabalhadores.


Após decisão dos metroviários de suspender temporariamente a greve, a companhia de Engenharia de Tráfego (CET) retomará o rodízio municipal de veículos. Nesta terça-feira, a medida volta a valer para as placas finais 3 e 4.


voltar