+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
Justo para todos
Data – hora / Fonte

A Política de Piso Mínimo de Frete e as tarifas praticadas pelo setor são de extrema importância para o transporte rodoviário de cargas, por isso esses temas vêm sendo amplamente debatidos pelo SETCESP em reuniões e eventos da entidade. Na última semana, por exemplo, aconteceu a 5ª edição da Conferência do sindicato que teve como tema principal o trabalho da ESALQ –  Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, contratada pela ANTT – Agência Nacional de Transporte Terrestre, para formular uma nova Tabela de Pisos Mínimos de Frete para o TRC.

Estabelecer uma política adequada e que considere as diversas variáveis do transporte é o que o SETCESP e todo o setor esperam, por isso a disseminação das informações é tão valiosa para a entidade que trouxe o Profº José Vicente Caixeta Filho, responsável pelo desenvolvimento do projeto, para mostrar para os empresários do setor o que vem sendo feito.

Outro tema presente no evento e o que o SETCESP faz questão de discutir semestralmente com seus associados são as tarifas e a defasagem de frete, sempre levando como parâmetro os dados divulgados pela NTC&Logística durante as edições do CONET&Intersindical.

A última apuração dos índices de variação de fretes do setor, apresentada pelo assessor técnico da NTC&Logística, Lauro Valdívia, apontou para uma defasagem média de 13,0%, sendo de 9,6% nas operações com transporte de cargas fracionadas e de 15,5% nas com cargas lotações.

O SETCESP acredita que o papel do sindicato é fortalecer as empresas e categorias, trazendo mais rentabilidade para as transportadoras reduzindo seus custos ou alavancando as suas receitas. Nesse sentido, nada melhor do que informar o setor, discutir e buscar juntos soluções para o desenvolvimento e produtividade das empresas.


voltar