(11) 2632-1000
Escolha uma Página
04 de Novembro de 2016 – 05h18 horas / Secretaria de Segurança Pública de São Paulo

O Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) colocou em operação 16 novas câmeras inteligentes que têm como objetivo aprimorar ainda mais a segurança pública nas vias que ligam a Região Metropolitana de São Paulo ao litoral. Na terça-feira (1), foi realizada a apresentação do novo sistema, que já está em funcionamento e foi idealizado para ser mais uma arma do Policiamento Rodoviário na atuação em segurança pública.


A apresentação contou com presença do secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, e de outras autoridades, como o coronel Mauro Cezar Ricciarelli, comandante do Policiamento Rodoviário, o coronel Carlos Alberto, comandante do 1º Batalhão da Polícia Rodoviária e o doutor Roberto Valderson, tenente da Polícia Técnico-Científica em exercício.


“Essas 16 câmeras passam a ter uma atividade de segurança pública, é uma parceria extremamente frutífera, e eu tenho certeza absoluta que vai auxiliar, e muito, o policiamento na rodovia, e também a Polícia Civil na investigação de crimes cometidos ao longo do Sistema Anchieta-Imigrantes”, disse o secretário.


Para o coronel Mauro Cezar Ricciarelli, comandante do Policiamento Rodoviário, o foco do novo sistema é a prevenção. “O principal diferencial desse novo sistema de monitoramento é que ele vai atuar na prevenção de eventos criminais nas rodovias em que as câmeras foram instaladas, e tem como objetivo minimizar e prevenir eventos criminais nessas rodovias”.


Ao longo da demonstração, o diretor da Ecovias Rui Klein, responsável pela implantação do sistema, afirmou que o projeto tem o objetivo de atuar na prevenção de eventos, crimes e problemas ligados a rodovias do Sistema Anchieta-Imigrantes. “Estamos dando um passo pioneiro na operação rodoviária no Brasil”, ressaltou.


O novo Sistema

 

A concessionária Ecovias investiu R$ 3 milhões no novo sistema de videomonitoramento. As imagens dos equipamentos inteligentes serão disponibilizadas para a Polícia Militar Rodoviária e territorial, Polícia Civil, além de serem incorporadas ao sistema Detecta, da Polícia de São Paulo.

As câmeras possuem dispositivo infravermelho e têm recursos de aproximação de longo alcance, além de um software que faz a identificação e alerta de movimentos e pessoas suspeitas nas rodovias, acostamentos e nos entornos do sistema.

A proposta foi submetida à Agência Reguladora do Estado de São Paulo (Artesp) e obteve a aprovação pela Polícia Militar do Estado, que juntamente com a Ecovias, definiram os pontos para instalação dos equipamentos, com base no histórico de ocorrências de roubos no Sistema Anchieta-Imigrantes. O sistema conta com alarmes visual e sonoro no Centro de Controle Operacional (CCO) da Ecovias e com telas de monitoramento acompanhadas pela equipe da Polícia Militar Rodoviária.


O SAI

 

Com 177 quilômetros de extensão, o Sistema Anchieta-Imigrantes liga a Região Metropolitana de São Paulo ao Porto de Santos – o maior da América Latina -, ao Pólo Petroquímico de Cubatão, às indústrias do ABCD e à região da turística Baixada Santista. Por ano, circulam pelo SAI cerca de 40 milhões de veículos pedagiados.


voltar