(11) 2632-1000
Escolha uma Página
11 de Setembro de 2017 – 05h19 horas / Chico da Boleia

As rodovias da Baixada Santista foram, mais uma vez, palco para ação de criminosos no feriado prolongado. Entre a noite de quinta e a madrugada de sexta-feira, 8, roubos foram registrados na interligação das rodovias Anchieta/Imigrantes e na Rodovia Cônego Domênico Rangoni, ambas em Cubatão.

 

O primeiro assalto ocorreu por volta das 19h30 na interligação da Rodovia Anchieta/Imigrantes. Na condução de um Ford Ka prata, com placas FBV 7436 de Cubatão, um autônomo de 35 anos foi surpreendido no meio da pista por dois marginais, sendo que um deles portava um revólver.

 

Com ameaças de morte, a dupla anunciou o roubo e mandou o motorista parar e desembarcar do automóvel. Receoso de que o bandido armado lhe efetuasse um disparo, o motorista não esboçou reação e atendeu as determinações dos ladrões. Ao assumirem a direção do Ka, os criminosos fugiram em alta velocidade pela Rodovia dos Imigrantes com sentido a São Vicente. Depois de solicitar ajuda, a vítima compareceu à Delegacia da Cidade.

 

Cilada


Mais tarde, já por volta da 1 hora na Rodovia Cônego Domênico Rangoni, foi a vez de um funcionário da Ecovias – empresa que administra o sistema Anchieta-Imigrantes – entrar para as estatísticas de vítimas de assalto na estrada.

 

Acionado para atender um suposto chamado de apoio, a vítima dirigiu-se ao local solicitado, mas ao chegar se viu diante de uma cilada. Ao desembarcar do automóvel, que não teve nenhuma característica anotada, dois assaltantes – um deles com um pistola nas mãos – desembarcaram e renderam o funcionário da empresa.

 

Na rápida ação, os bandidos levaram apenas a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e R$ 15,00 que a vítima tinha no bolso. Ele também registrou a ocorrência na Delegacia de Cubatão. Nas duas situações, o delegado Fabio Szabo Guerra orientou as vítimas a folhearem os álbuns fotográficos. Porém, em nenhum dos casos os ladrões foram identificados. Ambas ações já são apuradas pelos investigadores da Polícia Civil.


voltar