+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
27 de Setembro de 2017 – 03h47 horas / Prefeitura de SP – Mobilidade e Transportes

O número de multas registradas por radares caiu 16% no 1º semestre deste ano na cidade de São Paulo em comparação com o mesmo período de 2016.  O total de infrações foi de 5.156.874, ante 6.134.721 no mesmo período do ano passado, segundo dados do Painel Mobilidade Segura (mobilidadesegura.prefeitura.sp.gov.br), atualizados pela Secretaria de Mobilidade e Transportes (SMT) nesta quarta-feira (27/9).

 

A redução das autuações tem como principal motivo o reforço na sinalização viária na cidade nos locais onde existem os radares que mais multam na capital. Até agora, oito aparelhos já passaram por melhorias e, juntos, registram queda de 23 % de infrações.

 

Queda de 12,5% no total de multas.

 

De janeiro a junho de 2017, o número total de autuações por infrações de trânsito na cidade de São Paulo apresentou uma redução de 12,5% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Foram 6.847.095 autos de infração de trânsito contra 7.823.757 penalidades emitidas em 2016.

 

Avanço do semáforo vermelho e placa de parada obrigatória.

 

As penalidades por avançar semáforo vermelho emitidas entre janeiro e junho de 2017 aumentaram em relação ao 1º semestre do ano passado. Neste ano foram registradas até junho 231.436 infrações com esse enquadramento. Em 2016, foram 228.356 penalidades.

 

Infrações por desrespeito à placa de parada obrigatória em cruzamentos sem semáforos voltou a crescer: 7.790 autuações no 1º semestre de 2017, ante 2.974 no mesmo período do ano anterior.

 

Para assegurar que as leis de trânsito sejam respeitadas e com foco na redução de acidentes e na preservação à vida, a SMT lançou em 18/9 o Programa Trânsito Seguro, que prevê maior rigor por parte fiscalização dos agentes da CET em relação às infrações de uso do telefone celular, desrespeito a ciclistas e pedestres, desrespeito ao semáforo e falta de uso de seta nas conversões.


voltar