+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
31 de Janeiro de 2017 – 04h43 horas / Portogente

Uma das diversas obrigações que empresas de transporte têm é fornecer ao tomador um documento conhecido como CTe (Conhecimento de Transporte Eletrônico), que serve como comprovante de serviços de transporte de cargas. O documento é válido em todo o Brasil e é necessário que o emissor e o tomador guardem o mesmo por cinco anos. O CTe, além de ser uma garantia de transportação, também unifica diversas informações em um documento só.

 

Agora, a Sefaz liberou a consulta automática de CTes, o que irá facilitar muito a rotina das empresas e transportadoras. "Antigamente, as empresas que recebiam cargas tinham que ficar ligando, cobrando, porque muitas vezes as transportadoras esqueciam de mandar o documento por e-mail. Agora o recebedor não precisa mais correr atrás disso, poupando uma considerável carga de trabalho", explica Christian de Cico, CEO da Arquivei.

 

A Arquivei, empresa criadora de software de gerenciamento fiscal, disponibiliza a funcionalidade de "Consulta e download automático do CTe" em seu programa, sendo a primeira e única empresa a contar com essa função em sua plataforma online. Por meio dela, o usuário poderá ver todas os seus CTes, além de saber quais produtos estão sendo transportados neles.

 

Com isso, o contribuinte não precisa digitar as chaves de acesso e pode consultar seus CTes em massa, não importando se o usuário é remetente, destinatário, recebedor ou expedidor da carga, ele sempre receberá as notificações referentes a ela.

 

Com a novidade, o Arquivei agora consegue automatizar o processo de armazenamento de todos os XMLs e DACTEs dos CTes para visualização, impressão e envio por e-mail, em apenas um clique, bem como acesso de relatórios avançados de CTes, que permitem filtros por dezenas de atributos, como CFOP, alíquotas, ICMS, valor, fornecedor e muito mais.


voltar