+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
14 de Março de 2016 – 05h50 horas / Folha de São Paulo

A economia brasileira registrou 11 meses seguidos de retração em janeiro de 2016, de acordo com o indicador de atividade do Banco Central, o IBC-Br, divulgado nesta segunda-feira (14).

 

No primeiro mês deste ano, a queda foi de 0,61% em relação a dezembro. Na comparação com o mesmo período de 2015, o recuo foi de 8,12%.

 

Nos 12 meses encerrados em janeiro, a economia encolheu 4,48%.

 

O indicador do BC serve como referência para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses. Entre os dados que influenciam seu cálculo estão as pesquisas mensais da indústria e do comércio do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

 

A produção da indústria brasileira começou 2016 com alta de 0,4% frente a dezembro, mas o setor produziu 13,8% a menos na comparação ao mesmo mês do ano passado. As vendas do varejo caíram 1,5%, a maior queda para o mês desde 2005, em relação ao dezembro, e tiveram queda de 10,3% na comparação anual.

 

O IBC-Br também tem alguma influência sobre as projeções do mercado financeiro para o PIB (Produto Interno Bruto), embora não possa ser considerado como uma prévia desse indicador, que é divulgado trimestralmente e tem outra metodologia de cálculo.

 


voltar