+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
25 de Maio de 2017 – 05h33 horas / Diário do Grande ABC

Anunciada há dois anos pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), a construção de nova alça de acesso para o Trecho Leste do Rodoanel Mário Covas, em área próxima à divisa entre Ribeirão Pires e Suzano, deve ser iniciada no segundo semestre deste ano, segundo projeção feita pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

 

Após impasses burocráticos que adiaram a construção da interligação, prevista inicialmente para ser entregue no segundo semestre do ano passado, a expectativa agora é a de que a SPMar, concessionária responsável pela rodovia, inicie nos próximos meses as primeiras intervenções na Estrada dos Fernandes, local que abrigará o complexo viário.

 

Orçado em R$ 160 milhões, o projeto no momento está em fase de discussões finais. Segundo a Artesp, trata-se de procedimento no qual são analisadas “questões jurídicas, orçamentárias e de projeto” com vistas a formalizar o aditivo contratual necessário para que as obras sejam iniciadas.

 

Segundo a Artesp, desde a emissão, no fim de fevereiro, da primeira licença de instalação para as obras do projeto de interligação do Trecho Leste do Rodoanel Mário Covas com a Estrada dos Fernandes, feita pela Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), o órgão tem empenhado esforços “para finalizar as negociações com a concessionária <CF51>(SPMar)</CF> para assinar o acordo conforme orientações do poder concedente e possibilitar que as obras sejam iniciadas ainda no segundo semestre de 2017”.

 

A obra consiste em complexo composto por duas pistas (uma em cada sentido) com duas faixas de rolamento cada, com cerca de 2,4 quilômetros de extensão, seis viadutos e um quilômetro de vias marginais. Dois desses viadutos serão feitos no entroncamento com o Rodoanel, na altura do km 104, em Suzano, próximo à divisa com Ribeirão Pires, assim como a marginal. Outros dois elevados vão ser erguidos para transpor a Estrada dos Moreiras e os dois últimos, na Estrada dos Fernandes.

 

Estima-se que o complexo viário consiga impulsionar o setor econômico de Ribeirão Pires e Suzano, beneficiando indiretamente cerca de 1,4 milhões de habitantes de municípios vizinhos ao sistema.

 

Segundo a SPMar, as intervenções para construção do complexo viário na Estrada dos Fernandes devem gerar cerca de 900 empregos.

 

Antiga demanda de governantes da região, a alça de acesso para o Trecho Leste do Rodoanel é vista por especialistas como uma ação que deve impulsionar a economia do Grande ABC. A projeção é a de que, com a entrega da interligação, cidades consigam atrair investidores para a criação de polos industriais, tendo em vista que o complexo viário serve atualmente como opção de rota para motoristas que desejam acessar locais como o Porto de Santos e o Aeroporto Internacional de Guarulhos.


voltar