+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
30 de Março de 2017 – 03h42 horas / CNT

A CNT (Confederação Nacional do Transporte) avalia que as novas concessões deverão modernizar as infraestruturas de transporte brasileiras e poderão impactar positivamente na economia do país. A nova edição do boletim Economia em Foco, publicado na quarta-feira (29), destaca que “a iniciativa privada possui grande expertise na gestão de ativos de infraestrutura de transporte” e que “as concessões não oneram o orçamento público e o aumento da participação do setor privado nos projetos contribui para o desenvolvimento de mercados privados de crédito de longo prazo no país”.

 

Em março, o governo federal leiloou quatro aeroportos (Porto Alegre/RS; Florianópoli/SC; Salvador/BA; Fortaleza/CE), o que viabilizará investimentos de R$ 6,6 bilhões durante os prazos de concessão – de 25 anos para o de Porto Alegre e de 30 anos para os outros. Além disso, também foram leiloadas duas áreas do Porto Organizado de Santarém (PA), nas quais serão investidos R$ 93,1 milhões.

 

A CNT ressalta, no entanto, que recursos públicos também são fundamentais e complementam os privados. “Boa parte dos aportes previstos no orçamento não são feitos na integralidade, e isto é uma ineficiência que precisa ser enfrentada”, diz o Economia em Foco.

 

Ainda, para a Confederação Nacional do Transporte, é preciso oferecer as condições adequadas para que os investimentos ocorram, como estabilidade macroeconômica e política e um ambiente de segurança jurídica.


voltar