+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
31 de Março de 2017 – 03h07 horas / Portogente

O Porto de Santos (SP) voltou a registrar crescimento na movimentação de cargas. De acordo com o setor de Tarifas e Estatísticas da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), fevereiro de 2017 registrou recorde para o mês, com a movimentação de 9,6 milhões de toneladas. O número supera o recorde registrado no ano passado em 7,3%. O resultado acumulado para o 1º bimestre do ano também é recorde, com a movimentação somada de janeiro e fevereiro ficando em 17,04 milhões de toneladas (1,1% acima do recorde anterior, que foi de 16,85 milhões de toneladas, no ano passado).

 

O crescimento foi registrado nos dois fluxos de cargas: importação e exportação. Nas exportações, os principais produtos de granéis vegetais sólidos (açúcar e complexo soja) obtiveram os melhores resultados históricos para o mês de fevereiro, respectivamente 1,34 milhões t e 2,87 milhões t. Com isso, os embarques de mercadorias pelo Porto de Santos registraram o seu maior resultado histórico para o mês: 6,85 milhões de toneladas. O crescimento em relação a fevereiro do ano passado foi de 2,5%.

 

Ainda nas exportações, o terceiro produto mais embarcado foi a celulose, com 207,5 mil toneladas embarcadas. Completam os dez produtos de maior movimentação óleo diesel (crescimento de 29,7%, 158,7 mil t), óleo combustível (aumento de 16,9%, 145,65 mil t), café em grãos (queda de 4,4%, 118,7 mil t), sucos cítricos (49% de queda, 95,4 mil t), gasolina (93,5 mil toneladas, +6,4%), carnes (72,7 mil t, crescimento de 16,2%) e milho (65,6 mil t de movimentação)

 

Nas importações, o aumento foi mais expressivo: 21,1% em relação a fevereiro de 2016. Os produtos com maior participação foram o adubo, com 428,5 mil toneladas movimentadas, um crescimento de 266,5% em relação a fevereiro do ano passado. O enxofre sal foi a segunda mercadoria em movimentação (251,8 mil toneladas), com aumento de 44,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. Completam os cinco produtos com maior movimentação nas importações: óleo diesel (crescimento de 56,3%, movimentação de 185,4 mil t), trigo (aumento de 30,9%, 113,5 mil t) e fosfato de cálcio, com 59,6 mil toneladas (queda de 5,4%).


voltar