Movimentação de cargas em portos brasileiros avançou 4,2% em 2020, diz Antaq
Compartilhe:

Segundo a Agência Nacional de Transportes Aquaviários, movimentação chegou a 1,151 bilhão de toneladas no ano passado

Os portos brasileiros ampliaram sua movimentação em 4,2% em 2020, chegando a um total de 1,151 bilhão de toneladas, segundo a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), que apresenta seu anuário estatístico.

A maior parte dos volumes são de granéis sólidos, que respondem por cerca de 60% de toda a carga. O avanço desse segmento no ano passado foi de 1,2%.

A carga que mais contribuiu para o aumento geral da movimentação em 2020 foram os granéis líquidos, que avançaram 14,8%, explica o diretor-geral da Antaq, Eduardo Nery.

“O granel líquido, que representa cerca de 25% das cargas, foi o principal perfil de carga responsável pela alta. Principalmente em função da cabotagem e das exportações, que tiveram aumento significativo, em função da maior produção de petróleo, principalmente no pré-sal”, disse.

Ele também destacou o aumento de 1,1% na movimentação de contêineres. “Foi o setor mais impactado pela pandemia, se esperava resultado negativo, mas houve um crescimento ligeiro, o que tem que ser celebrado”, afirmou.


voltar