+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
27 de Julho de 2015 – 05h18 horas / BOL

O trecho sul do Rodoanel Mário Covas, em São Paulo, registrou 56 ocorrências de danos a veículos provocados por pedras ou objetos arremessados nas faixas de rolamento entre janeiro e maio de 2015, segundo dados da Polícia Militar. Isso dá uma média de 11,2 ocorrências por mês, ou quase uma a cada três dias.

Nesse tipo de crime, assaltantes jogam os objetos na pista para que os motoristas reduzam ou parem o veículo, facilitando a possibilidade de serem assaltados. No início deste ano, dois homens foram presos e um adolescente foi apreendido por jogarem pedras contra veículos em São Bernardo do Campo (Grande SP).

A PM afirmou também que 70% de todas as ocorrências no trecho sul no primeiro semestre foram durante o dia. O último caso aconteceu no dia 12 de julho, onde foi encontrado um tronco na via, em uma possível tentativa de assalto no km 58 do trecho sul. A Polícia Militar Rodoviária e uma ambulância foram ao local atender as vítimas, que nada sofreram, segundo a concessionária SPMar, responsável pela rodovia.

O trecho sul do Rodoanel tem 57 km de extensão, ligando a rodovia Régis Bittencourt às rodovias Anchieta e Imigrantes, passando pelas cidades de Embu das Artes, Itapecerica da Serra, São Paulo, São Bernardo do Campo, Santo André e Ribeirão Pires. A previsão média de tráfego é de 44 mil veículos por dia.
Já no trecho leste, inaugurado há um ano, foram realizadas 7.890 autuações de trânsito, uma média de 657 autuações mensais. Durante um ano foram registradas 51 ocorrências, sendo oito de natureza criminal. Foram presas cinco pessoas. O trecho Leste percorre o território das cidades de Ribeirão Pires, Mauá, Suzano, Poá, Itaquaquecetuba e Arujá.


voltar