(11) 2632-1000
Escolha uma Página
28 de Abril de 2017 – 04h21 horas / NTC&Logística

Em 2017, a Scania comemora 60 anos no Brasil, marcados por uma trajetória sólida, que dispõe de engenharia de ponta, qualidade dos produtos, força da rede de concessionárias e foco na necessidade do cliente. Ao desembarcar no País, no fim dos anos 1950, foi constituída como Scania-Vabis do Brasil S/A Motores Diesel e se instalou no bairro do Ipiranga, sendo a primeira subsidiária da marca fora da Suécia. Em 1962, inaugurou sua fábrica em São Bernardo do Campo, na região do ABC Paulista.

 

De lá para cá, não parou de investir e acreditar no mercado brasileiro. Em 2016, a empresa anunciou um aporte de R$ 2,6 bilhões em suas operações locais, com recursos que serão destinados ao desenvolvimento de novos produtos, atualização e modernização do parque industrial de São Bernardo do Campo, bem como à rede de concessionárias.

 

Os investimentos programados asseguram a continuidade da evolução tecnológica da unidade brasileira, e a Scania reforça a estratégia de manter o Brasil como um espelho da Suécia. “Continuamos investindo no que há de melhor em tecnologia do setor automotivo, e isso reforça o compromisso com o País e com um sistema de transporte sustentável”, ressalta Rogério Rezende, diretor de Assuntos Institucionais e Governamentais da Scania Latin America. “Não podemos apenas olhar a situação de hoje ou do próximo ano, pois quando falamos de investimentos temos de olhar para 10 ou 20 anos à frente”.


Segundo Rogério, a decisão de fincar no Brasil a primeira fábrica fora da Suécia provou-se acertada. “Hoje estamos presentes de norte a sul, leste a oeste – nas estradas e vias das cidades do País. São seis décadas de atividades marcadas pelo pioneirismo, responsabilidade social e ambiental, respeito às leis, aos seus clientes e colaboradores”, diz.


A linha do tempo da Scania no Brasil é marcada por diversos pioneirismos, destaques e lançamentos. A revolução do L 75, em 1958, que mudou o conceito do que era oferecido de caminhão no país; em 1974 com a inauguração da cabina “cara-chata” com o LK 140; a transformação do que era um caminhão com a chegada da Série 3, em 1991, até hoje uma das mais lembradas.

 

A preocupação com o meio ambiente sempre foi uma bandeira da empresa.  Em 2011, a marca foi pioneira na comercialização dos motores Euro 5, e venda dos primeiros ônibus e lançamento do caminhão, ambos a etanol e inaugurais na América Latina. E, recentemente, em janeiro de 2017, apresentou os Serviços Conectados Scania.    


“Nossa história é baseada em confiança e relacionamento com o cliente para entregar rentabilidade. Nós investimos ao longo das últimas décadas para ajudar a transformar o transporte nacional. E, vamos continuar aportando recursos nessas próximas. Agora, assumimos uma jornada com os clientes em direção a sermos parceiros para a transição para um sistema de transporte sustentável”, afirma Roberto Barral, diretor-geral da Scania no Brasil.

 

Por conta dessa trajetória inspiradora, a Scania é uma das homenageadas da Medalha de Mérito do Transporte NTC. “A Scania tem grande participação de mercado e é parceira do setor. Está sempre presente, quer seja em eventos ou na venda de produtos de qualidade”, afirma José Hélio Fernandes, presidente da NTC&Logística. “A empresa está vivendo um momento importante de seus 60 anos no Brasil e nada mais apropriado do que essa homenagem. Quando se fala de TRC, a Scania tem sempre um grande destaque”, finaliza.


Primeiro Scania fabricado no Brasil


Ladair Pedro Michelon comprou o primeiro caminhão fabricado pela Scania no Brasil. Orgulhoso, o empresário guarda a nota fiscal de número 1 como uma relíquia até hoje. A máquina, na época, permitiu Michelon reduzir o tempo da viagem de quatro dias entre o Rio de Janeiro e Porto Alegre.

 

“Aquele caminhão me deu sorte. Minha empresa cresceu. A vantagem é que em comparação ao meu antigo veículo, da marca Alfa Romeo, que fazia 40km/hora, o da Scania chegou ao mercado rodando 65km/hora. Tenho o maior orgulho de ter sido o número um”, conta Ladair.


A Medalha de Mérito do Transporte homenageia pessoas físicas e jurídicas que se destacam pela atuação no setor de transporte rodoviário de cargas.


voltar