+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
25 de Agosto de 2017 – 02h12 horas / G1

A Polícia Civil prendeu 15 pessoas até as 12h da quinta-feira (24), em uma Operação de combate ao roubo de cargas na Zona Norte e Baixada Fluminense. A Operação "Ordinem" (ordem em latim) tem como objetivo cumprir 23 mandados de prisão e 13 de busca e apreensão.

 

Os alvos foram empresários, comerciantes e intermediários. A investigação é da 44ª DP (Inhaúma) e conta com agentes de várias outras delegacias dando apoio. São mais de 100 agentes envolvidos.

 

As mercadorias eram oferecidas e encomendadas em grupos de WhatsApp integrados por receptadores e revendedores das mercadorias. Produtos como cerveja e carnes estavam entre os que tinham maior saída. Mas produtos eletrônicos, roupas, sandálias, leite e chocolates também fazem parte dos produtos que eram alvo dos criminosos.

 

“O foco principal da investigação, que nós apuramos, foi essa modalidade de empresários e microempresários que encomendavam aos roubadores de carga determinadas mercadorias que eles, já de antemão, queriam comprar, para que esses roubadores praticassem esses delitos”, explicou o delegado Fábio Asty, ressaltando que foram fundamentais o grampo telefônico e o monitoramento de grupos de Whatsapp. Segundo a polícia, foram 8 meses de investigações.

 

Entre as comunidades onde os agentes realizam a ação estão as da Pedreira e da Lagartixa, em Costa Barros, na Zona Norte, consideradas dois locais para onde as cargas costumam ser levadas.

 

Entre os presos na operação está o empresário Wallace Emídio da Rocha, apontado pelas investigações como um dos revendedores de mercadoria roubada. Ele foi detido pelos agentes em uma casa em Bento Ribeiro, na Zona Norte do Rio.

 

Em frente à casa, os policiais encontraram uma Kombi com produtos de procedência duvidosa que foi levada pelos agentes. Nela, sem refrigeração, havia mortadela e iogurtes. Wallace não resistiu à prisão.

 

Em um depósito de gelo em Marechal Hermes, os agentes encontraram uma câmara frigorífica, onde carnes e alimentos. Eram guardados. Todo o material foi apreendido.


voltar