(11) 2632-1000
Escolha uma Página
NOTA DO SETCESP SOBRE O MOMENTO DELICADO EM QUE PASSA O BRASIL
17 de Março de 2016 – 09h57 horas / SETCESP

O SETCESP vê com preocupação as últimas notícias sobre a indicação do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva para o Ministério da Casa Civil em face das gravações que se tornaram públicas pelo juiz federal Dr. Sérgio Moro que compunham as provas da 24ª fase da operação “lava-jato”.

 

Nossa entidade defende a apuração rigorosa das denúncias de corrupção que assolam o país, pouco importando quem seja o partido, a autoridade ou as pessoas envolvidas. Temos acompanhado com equilíbrio e com espírito cívico as apurações das ações que correm na Vara Federal em Curitiba –PR, cujas decisões podem influenciar uma era auspiciosa na atividade política, elevando-a a um patamar mais ético e seguro ao punir com rigorosidade os maus feitos praticados por políticos inescrupulosos, dos quais a sociedade brasileira se tornou refém.

 

As gravações postas a público pelo magistrado Moro causam indignação e sentimento de que nossos governantes em nível federal, em especial a presidente da República, abandonaram a busca do bem comum, perderam capacidade de dirigirem o país, usam os cargos para evitar as medidas judiciais que podem recair sobre os mesmos.

 

Esta crise política, cuja essência está no seio do governo Dilma, contaminou a economia de forma gravíssima, o que tem culminado na diminuição da atividade econômica, no aumento do desemprego, da pobreza e da recessão. E o duro é que a única proposta econômica para sair desta crise é o aumento da carga tributária, ou seja, a volta da famigerada CPMF, sem qualquer ajuste nas contas públicas.  O SETCESP é absolutamente contra o aumento de tributos ou qualquer ação governamental que traga mais ônus a uma atividade tão essencial como o transporte rodoviário de carga e à economia brasileira.

 

Nesse sentido, vimos reforçar nossas crenças nas instituições que estão funcionando com total liberdade e cumprindo o seu mister; entendemos que a saída é pela via democrática e com respeito a Constituição Federal. Assim, constatada de forma robusta que a presidente da República cometeu crime de responsabilidade ou crime comum, deve ser aberto o processo de impeachment, com amplo direito de defesa, pois só assim sairemos desta crise de forma segura e com alicerces sólidos para retomada do crescimento econômico.

 

Por fim, saudamos o povo brasileiro que tem promovido movimentos populares cívicos-democráticos em todo território nacional, e que, embora não possamos como entidade apoiar e participar de movimentos paredistas, estamos irmanados com aqueles que nas praças públicas bradam pelo fim da corrupção, pela prisão dos corruptos e por um país mais ético e justo para nossa brava gente brasileira!

 

 


SETCESP – Sindicato das Empresas de Transportes
de Carga de São Paulo e Região


voltar