+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
17 de Abril de 2018 – 16h40 horas / Folha de SP.

As constantes quedas de barreiras na Mogi-Bertioga (SP-98) levaram o Ministério Público do Estado de São Paulo a abrir inquérito para investigar as condições de segurança da rodovia.

 

Instaurada por meio da 5ª Promotoria de Justiça de Mogi das Cruzes, a ação destaca que as quedas de barreiras frequentes representam um risco para os motoristas. A pista recebe 40 mil veículos diariamente e é rota frequente para destinos do litoral paulista, como Bertioga, São Sebastião e Guarujá.

 

A Mogi-Bertioga está interditada desde a última quarta-feira (11) por conta de uma queda de barreira. Antes disso, a rodovia sofreu outras três interdições também devido a deslizamentos.

 

De acordo com o DER (Departamento de Estradas de Rodagem), para tentar evitar novos deslizamentos, houve a construção de um muro de contenção no local, e outras seis obras semelhantes foram feitas na via ao longo da última década.

 

O Ministério Público deu prazo de 15 dias para esclarecimentos do DER, Corpo de Bombeiros, Fazenda Estadual, Defesa Civil estadual e dos municípios de Mogi das Cruzes e Bertioga.


voltar