(11) 2632-1000
Escolha uma Página
21 de Agosto de 2017 – 04h44 horas / Estadão

Expectativa para o IPCA em 2017 passou de 3,50% para 3,51% em uma semana, segundo economistas consultados pelo Banco Central.

 

Os economistas do mercado financeiro elevaram levemente suas projeções para o IPCA – o índice oficial de preços – neste ano. O Relatório de Mercado Focus divulgado pelo Banco Central mostra que a mediana para o IPCA em 2017 foi de 3,50% na semana passada para 3,51% esta semana. Há um mês, estava em 3,33%. Já a projeção para o índice de 2018 seguiu em 4,20%, mesmo porcentual de quatro semanas atrás.

 

Na prática, as projeções de mercado divulgadas pelo Focus indicam que a expectativa é de que a inflação fique abaixo do centro da meta, de 4,5%, em 2017 e 2018. A margem de tolerância para estes anos é de 1,5 ponto porcentual (inflação entre 3,0% e 6,0%).

 

No dia 9, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a inflação de julho foi de 0,24%, após a deflação de 0,23% verificada em junho. No ano, o IPCA acumula taxa positiva de 1,43% e, em 12 meses, índice de 2,71%.

 

Entre as instituições que mais se aproximam do resultado efetivo do IPCA no médio prazo, denominadas Top 5, a mediana das projeções para 2017 seguiu em 3,38%. Para 2018, a estimativa permaneceu em 4,00%. Quatro semanas atrás, as expectativas eram de 3,10% e 4,19%, respectivamente. Já a inflação suavizada para os próximos 12 meses foi de 4,50% para 4,43% de uma semana para outra – há um mês, estava em 4,40%.

 

Entre os índices mensais mais próximos, a estimativa para agosto de 2017 seguiu em 0,47%. Um mês antes, estava em 0,25%. No caso de setembro, a previsão de inflação do Focus foi de 0,33% para 0,32%, ante o mesmo 0,32% de quatro semanas atrás.

 

Já após a divulgação do Índice de Atividade do Banco Central (IBC-Br) do segundo trimestre do ano, os economistas do mercado financeiro mantiveram as projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2017 e 2018. A expectativa de alta para o PIB deste ano seguiu em 0,34% no Relatório de Mercado Focus, divulgado há pouco. Há um mês, a perspectiva estava no mesmo patamar.

 

Para 2018, o mercado manteve a previsão de alta do PIB, de 2,00%. Quatro semanas atrás, a expectativa estava no mesmo nível.


voltar