+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
13 de Outubro de 2017 – 04h58 horas / Veja

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que o potencial de crescimento do PIB do país, em até 4 anos é de 4%, com a adoção de reformas econômicas que permitirão um aumento do nível de atividade, consumo e investimentos. A avaliação foi feita durante evento nesta quinta-feira em Washington. Em relação a 2018, disse que considera a previsão de alguns analistas, de alta de 3%, como um “bom número”.

 

Meirelles avaliou que as mudanças estruturais permitirão que a taxa neutra de juros (que não gera pressão inflacionária) continue caindo, dando condições para um crescimento maior. “Isso evidentemente depende de aprovação das reformas macroeconômicas, por exemplo da reforma da Previdência e da reforma tributária, que é muito importante, simplificando o sistema tributário brasileiro”, disse. Em relação à mudança na previdência, acredita que “há uma chance muito boa” de o Brasil aprovar uma proposta até o final do ano.

 

O ministro também falou da importância de se fazer reformas microeconômicas.”Algumas delas já foram aprovadas, como a taxa de juros de longo prazo para o BNDES, que é muito importante”, disse.

 

O ministro também citou que a inflação nos últimos 12 meses no Brasil, de 2,5%, está nos índices mais baixos da história recente. Acrescentou que a taxa de juros real sobre a inflação de um ano “também está nos níveis mais baixos da história”. Para Meirelles, esses fatores mostram que a política econômica está funcionando em todas as áreas. “Agora, é importante que tudo isso seja complementado pelas outras políticas que farão com que a taxa de crescimento potencial do Brasil aumente, o que eu acho que é possível”, apontou o ministro


voltar