+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
06 de Agosto de 2015 – 04h52 horas / A Tribuna

O anúncio de que a Prefeitura de Santos não vai mais esperar o Estado e a União para iniciar as obras de mobilidade na entrada da Cidade repercutiu no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Estadual. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) pediu à Secretaria de Logística e Transportes celeridade no projeto da parte da obra que compete ao Estado. A esperança do prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) é de que as intervenções das duas esferas comecem, juntas, em 2016.

Ontem à tarde, Barbosa e técnicos da Prefeitura se reuniram com o secretário de Estado de Logística e Transportes, Duarte Nogueira, e com representantes da Dersa e da Agência Reguladora de Transporte do Estado (Artesp). No encontro, foi anunciado que o Estado deve contribuir imediatamente no projeto.

‘Voo solo’

Reportagem publicada por A Tribuna no domingo relatava a pressa da Prefeitura em tocar um plano de mobilidade assinado com o Estado e a União em 2013.

Diante da demora dos outros dois entes, o Município destacou a intenção de começar a parte que lhe cabe – uma ponte transpondo o Rio São Jorge, ligando os bairros São Manoel e Rádio Clube, e um viaduto que sai da Avenida Martins Fontes em curva para a Nossa Senhora de Fátima.

Com o posicionamento de ontem do Estado, no entanto, a tendência é que o cronograma das obras seja antecipado. “O governador pediu, inclusive, que nós ampliássemos o número de técnicos em cima desses projetos, porque ele quer mesmo acelerar o processo. É prioridade do Governo do Estado melhorar os acessos da conexão Porto-Cidade”, disse Duarte Nogueira.

Segundo informou o secretário, Alckmin pediu ao corpo técnico que conclua o projeto da nova alça de acesso ao viaduto da Alemoa até o final desta semana.

Paulo Alexandre Barbosa confirma que haverá novidades por parte do Estado na segunda-feira, quando o governador virá a Santos – mas não adiantou as novidades.
“O governador está empenhado nos projetos de mobilidade na entrada da Cidade. Tudo está sendo feito e planejado para que as obras do Município e do Estado comecem juntas (no próximo semestre)”, comenta o prefeito.

Duarte Nogueira afirmou, ontem, que todos os projetos serão concluídos nesta semana. “Não são estudos: são projetos concretos, ou seja, um estágio mais avançado”, explicou. Conforme o secretário, “o Estado já tem ciência do crédito conseguido pela Prefeitura de Santos e vai intensificar sua atuação no projeto”.


voltar