+55 (11) 2632-1000
Escolha uma Página
28 de Junho de 2016 – 04h46 horas / CNT

A movimentação de cargas destinadas à exportação pelo Porto de Santos atingiu recorde para o mês de maio: 7,5 milhões de toneladas. O número também é o mais alto já registrado em um primeiro semestre.

 

O complexo soja (grãos e farelos) continua como o primeiro produto mais embarcado, mas diminuiu a participação em relação aos meses anteriores. Foram 2,8 milhões de toneladas exportadas, queda de 0,4% em relação a maio de 2015. Em sentido contrário, os produtos derivados da cana-de-açúcar registram aumento. O açúcar foi o segundo produto com maior movimentação, com a marca de quase 1,8 milhão de toneladas, 27,4% mais que no ano passado. O álcool também teve alta expressiva: 87,6%. Com o embarque de 138 mil toneladas, foi o quarto produto mais exportado. Em terceiro, ficaram os sucos cítricos, com 173,3 mil toneladas (aumento de 3,2% em relação a maio do ano passado).

 

Com isso, nos primeiros cinco meses do ano, o valor correspondente às mercadorias exportadas chegou a US$ 22,2 bilhões. O número é US$ 2 bilhões maior que o verificado no mesmo período de 2015.

 

Importações

 

Ainda em maio, as importações pelo Porto de Santos expandiram 2,8%. Desde maio o índice não registrava crescimento. Foram 2,8 milhões de toneladas desembarcadas.  

 

O produto com maior participação foi o adubo, com 321,8 mil toneladas, um crescimento de 62,1% em relação a maio do ano passado. O enxofre foi a segunda mercadoria em movimentação, com 173,2 mil toneladas (aumento de 15,3%).  O terceiro no ranking é o sal, com 142,4 mil toneladas, aumento de 77,6%.

 

Balança comercial

 

O valor da participação do Porto de Santos na balança comercial brasileira, no acumulado do ano, é de US$ 37,5 bilhões. O total do país é de US$ 127,3 bilhões. A participação percentual de Santos no período é de 29,4%.

 

No total das exportações do Brasil, Santos representa 30,2%. China e Estados Unidos são os principais parceiros comerciais, tanto nas exportações como nas importações.


voltar